Chris Rock afirma que Will Smith o agrediu por ter sido traído por Jada

O comediante contou que a revolta de Will era com a própria esposa, que havia transado com o rapper Alsina.

Chris Rock voltou a comentar o tapa que Will Smith lhe deu no rosto, na cerimônia do Oscar em 2022. Ele disse que Will pratica “indignação seletiva”, durante o novo especial para a Netflix, o “Selective Outrage” (Revolta seletiva, em tradução livre). Rock sugeriu ainda que ele estaria “descontando” sua raiva por conta de uma suposta traição da mulher, Jada Pinkett Smith.

Em 2020, Will e Jada tiveram uma conversa sincera, em um episódio do “Red Table Talk”, em que eles revelaram a crise no relacionamento em 2015, quando ela teve uma relação com o rapper Alsina.

Na época, os dois estavam separados, e a atriz justificou dizendo que tudo não passou de uma “confusão”. Além disso, ela contou que o ator também teve seus affairs.

Rock justifica tapa

Rock justificou o tapa que levou, alegando indignação seletiva de Will. “Will Smith pratica indignação seletiva, porque todo mundo sabe o que aconteceu, todo mundo sabe que eu não tive merda nenhuma a ver com aquela merda toda. Eu não tive nenhum ‘envolvimento’. A esposa dele estava transando com o amigo do filho”, disse.

Chris ainda disse que Jada teria machucado Will muito mais do que o tapa que ele levou. Rock ainda comentou o motivo de não ter revidado. “Eu tenho pais. Porque fui educado. E sabe o que meus pais me ensinaram? Não brigue na frente de brancos”, contou.