Belo paga dívida a Denílson após mais de 20 anos: cantor acumula outras cobranças

O cantor Belo quitou dívida que superava a R$ 7 milhões a Denílson, após postergar pagamento por 22 anos.

Belo - Foto: Reprodução / Instagram @belo
Belo – Foto: Reprodução / Instagram @belo

Após postergar uma dívida com o ex-jogador Denílson durante 22 anos, o cantor Belo finalmente quitou o valor que superava R$ 7 milhões, em um caso que estava na Justiça e passou a ter outras repercussões quando o atleta pediu o bloqueio da premiação do marido de Gracyanne Barbosa, no quadro do programa de Luciano Hick, que lhe garantisse o pagamento.

O jornalista Léo Dias contou que a Justiça recebeu o pedido de Denílson, penhorando a premiação dele e determinando outros bloqueios que acabaram complementando o valor total da cobrança de Belo. A assessoria dele, afirmou ainda, que o entrave foi resolvido.

Briga por dívida começou em 1999

O ex-atleta comprou o grupo Soweto, em 1999 e processou o cantor, já em 2000, por uma quebra de contrato, após ele deixar a banda e apostar em uma carreira solo. Belo foi condenado a pagar um montante de R$ 388 mil a Denílson, em 2004, mas o valor não foi quitado até hoje, e foi acrescido em correção monetária.

O artista relatou que não pagou a cobrança porque “não reconhecia Denílson como detentor dos direitos autorais da banda”, alegando ainda, que nunca recebeu recurso financeiro entre 1999 e 2000. A defesa dele calcula que cerca de R$ 1,7 milhão em direitos autorais da música de Belo já foram penhorados e recebidos pelo ex-jogador com o bloqueio de suas contas.

Cobrança em hospital

Não só o cantor foi cobrado por uma dívida, mas sua esposa, a musa fitness Gracyanne Barbosa também foi condenada, com ele, a pagar R$ 3,5 mil por uma dívida no Hospital São Camilo Ipiranga, em São Paulo, após realizarem tratamentos médicos em dezembro de 2018.

Desde então, a Justiça rejeitou os embargos declaratórios da defesa dele, feitas em agosto, que pediram o término do processo ao afirmar que o valor já havia sido quitado. Na mesma época, no ano passado, os dois viajaram a Portugal acumulando quase R$ 8 milhões a diversas pessoas no Brasil.

Entre os credores do casal, uma mulher os acusou de não pagarem o aluguel de uma mansão em São Paulo, afirmando que eles também não pagaram IPTU do imóvel, além da água e luz terem sido cortadas por falta do recebimento. Outro proprietário de uma casa também em São Paulo, afirmou que eles não pagaram aluguel e cotas de IPTU durante três anos, além de acusá-los de deixarem a mansão em péssimas condições. Gracyanne e Belo receberam uma multa de rescisão contratual de R$ 46.139,85.

Processo por advogados

O famoso recebeu um processo de advogados, em 2017, quando afirmaram que não receberam o pagamento de processos em que o defenderam durante oito anos. Dois anos depois, ele foi condenado a quitar a dívida em cerca de R$ 40 mil, mas o valor subiu para cerca de R$ 66 mil atualmente.

Os advogados também o representaram em 2015, quando ele e a esposa tiveram seus bens penhorados por deverem R$ 18 mil em uma loja de decoração. Hoje, o valor corresponderia a quase R$ 40 mil.

Denilson volta a falar sobre entrave com Belo

Denilson e Belo vivem uma briga desde os anos 2000 por conta da banda Soweto. O ex-jogador da seleção brasileira de futebol tinha comprado o grupo de pagode e o cantor deixou a formação original logo em seguida. A atitude inesperada gerou um processo financeiro.

Recentemente, Denilson, que atua como comentarista esportivo, voltou a falar da situação“Não vou falar que isso não vai existir nunca, porque esse mundo gira demais. Na altura dos meus 45 anos, não estou mais para ficar me agarrando em picuinhas”, disse ele, em entrevista ao TV Fama, da RedeTV!.