Tico Santa Cruz diz que militância política gerou sofrimento para os familiares

O vocalista relembra como suas críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro afetaram sua carreira e vida pessoal.

O cantor Tico Santa Cruz foi um artista bastante ativo durante as últimas eleições. Ele usava suas próprias redes para questionar o governo e promover debates virtuais. No entanto, após começar a criticar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o cantor recebeu ataques de bolsonaristas.

Segundo ele, o linchamento virtual mexeu com o psicológico dele e com o da família. “Estou com um hiperfoco na minha família, no meu trabalho e nas coisas com as quais eu tenho que me preocupar que, durante algum tempo, ficaram no segundo plano porque era necessário”, destaca Tico, que estará presente no The Town no dia 9 de setembro.

Tico relembra como os ataques virtuais afetaram sua vida pessoal. “A minha família sofreu muito, a minha banda sofreu muito por conta das minhas movimentações… Muito mesmo, assim, num nível que ninguém tem a menor ideia”, disse ele.

Ele destaca ainda que muitas pessoas levavam as críticas dele contra Jair Bolsonaro (PL) para o lado partidário: “As pessoas estavam equivocadas, viram depois que as coisas estavam sendo faladas, faziam algum sentido e não tem a ver com posição partidária, é uma posição de defesa da democracia”. Santa Cruz conta que não se arrepende de nada. “Eu fiz o que tinha que fazer, não me arrependo de ter feito”. As falas do artista repercutiram no iG Gente.