Thiago Gagliasso diz que vai processar Ludmilla após ser acusado de racismo

Na quinta-feira (23/11), Ludmilla acusou o deputado Thiago Gagliasso de racismo e de tê-la chamado de “macaca”.

Ludmilla e Thiago Gagliasso - Foto: Reprodução / Instagram
Ludmilla e Thiago Gagliasso – Foto: Reprodução / Instagram

Ludmilla foi ao seu perfil no Instagram para acusar Thiago Gagliasso de racismo. Segundo a cantora, o parlamentar a chamou de “macaca” em uma festa. Após a artista falar isso, o irmão de Bruno Gagliasso disse que vai processá-la. “Chegando aqui na delegacia, porque lugar de acusar é na internet, mas lugar de provar é na Justiça. Fui acusado de algo que não fiz, um crime que não cometi, e quem me acusou vai pagar, porque aqui não tem nenhum palhaço”, revelou.

Após ir nas autoridades policiais, Thiago se filmou deixando a delegacia e disse que não vai deixar a acusação acabar assim. “Eu vou até o final. A brincadeira da Lud está só começando. Aqui não tem nenhum maconheiro, malandro, não. Não tá lidando com o seu povinho, não”, assegurou ele.

Nesta quinta-feira (23/11), a cantora recebeu a Medalha Tiradentes, uma honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). “Ele [deputado] foi capaz de fazer um vídeo falando que vetou a minha medalha, não porque ele era racista, era por causa da música Verdinha. Não, é porque ele é racista, e racista barra pesada”, disparou a cantora, sem citar diretamente o nome do político.

“A gente estava na casa de uma das pessoas mais famosas desse país. E eu estava acompanhada de um cara. Daí ele conheceu esse cara. Ele chegou nesse cara, na minha frente, e falou: ‘Pô, tanta mina gata na festa e você está com essa macaca?’”, continuou a cantora Ludmilla.