Zac Efron de volta a “High School Musical”? A gente te explica!

O ator volta a falar sobre o clássico filme da Disney.

Zac Efron
Reprodução/Internet

Muitos conhecem o ator Zac Efron graças ao clássico “High School Musical”. Ele estrelou a trilogia de filmes no papel de Troy Bolton, que marcou a geração. Em uma recente entrevista, ele volta a falar sobre o projeto e se mostra disponível para retornar em um possível reboot.

Para o E!News o ator revela a novidade e comenta que seu coração ainda está na saga de 2006:

“Claro. De verdade, tendo a oportunidade, de qualquer forma, de voltar e trabalhar com aquele time seria muito incrível. Meu coração ainda está lá“.

Mesmo que Zac não tenha participado dos reencontros com os antigos colegas de cena, ele se mostra disponível para um novo projeto. A partir disso, pode ser que a Disney pense em algo especial, até então, a trilogia tem uma homenagem em forma de série na plataforma de streaming: High School Musical: The Musical: The Series.

A série está prestes a lançar a terceira temporada, mas não apresenta nenhum dos atores do elenco principal na trama. Ela foi uma das responsáveis por estourar o novo sucesso da música pop, Olivia Rodrigo, que vive Nina na trama, como se fosse a nova “Gabriella” vivida por Vanessa Hudgens nos filmes originais.

Caso um novo projeto de reboot do filme acontecesse, os fãs podem esperar o Troy de Efron, porém não podem contar com a famosa Sharpay Evans de Ashley TIsdale. Isso porque a atriz revelou em uma entrevista no ano passado para o Entertainment Tonight que não gostaria de viver novamente a personagem icônica:

Eu simplesmente sinto que eu não seria realmente capaz de fazer isso de novo e fazer justiça (com o que fizemos antes). Sabe o que estou dizendo? Acho que, naquela época, eu não tinha muita consciência de mim mesma e do que estava ao meu redor, e sinto que isso é uma grande parte de Sharpay. Ela simplesmente não está realmente ciente, e conforme eu cresci e me tornei mais consciente, acho que simplesmente não seria a mesma coisa”