Luisa Mell se pronuncia sobre polêmica, saída e mudança de nome da instituição: “buraco no peito”

A instituição havia revelado que só levava o nome de Luisa Mell por visibilidade

Luisa Mell
Luisa Mell

Luisa Mell foi em seu Instagram na madrugada desta quinta-feira (03), para se pronunciar sobre toda polêmica envolvendo sua saída e mudança de nome da instituição que agora se chama, Instituto Caramelo.

Ela começou falando: “Em nome de todos os caramelos, preciso dizer que fico tranquila. E quero que fiquem também. Apesar das divergências entre mim e a diretoria, preciso que entendam que toda a equipe veterinária é maravilhosa, de total absoluta competência e confiança. O mesmo posso garantir dos tratadores. Entre eles @jamescomportamentoanimal. Eric, você é a alma do Instituto. Claudinha, eu te amo! Obrigada por cuidar tão bem dos gatinhos! A parte financeira também estou tranquila, os novos diretores tem muito recursos e se comprometeram a nunca deixar faltar nada“.

Luisa ainda finalizou: “Quanto a mim, saio com um buraco no peito, mas também feliz em hoje não ser mais necessária. Buscarei um novo caminho… mas sempre com a missão, que mesmo que eu queira não sai do meu coração. Me recolho agora. Meu muito obrigada a todos vocês que sempre me apoiaram. A causa animal é muito maior do que minha existência. Sigo usando tudo o que me foi dado para salvar e defender os animais. Meu compromisso é com eles. Sempre será. @instituto.caramelo“.

Instituto Luisa Mell muda de nome e diz que ativista nunca investiu dinheiro no projeto: “Nenhuma doação sequer”

O ex-instituto Luisa Mell publicou uma nota de esclarecimento no Instagram, na última sexta-feira (28), alertando e explicando sobre a troca de nome do projeto social. A casa agora passou a se chamar “Instituto Caramelo” e, na publicação, relatou o “descaso” por parte da ativista da causa animal.

“O novo nome é a forma que encontramos de homenagear o vira-lata caramelo, personagem conhecido e amado nas redes sociais, que inspira todos os dias o nosso trabalho diante da realidade de abandono e maus tratos no nosso país”, iniciou a nota. Posteriormente, a publicação explica que, ao contrário do que muitos pensavam, o instituto foi fundado por um grupo de voluntários e Luisa Mell foi convidada para “batizar” o projeto, a fim de trazer mais visibilidade.

O instituto explicou também que a troca de nome se deu da necessidade de separar a causa principal do projeto, de interesses pessoais ligados a ativista Luisa Mell: “Essa mudança vem para despersonificar o trabalho e separar posturas e interesses individuais do propósito do grupo. Ela foi fruto de muita conversa, entendimento e planejamento. E toda nossa equipe se mantém, os animais seguem no abrigo e o nosso espaço, que foi cedido e construído com recursos particulares de uma das fundadoras, permanece o mesmo”, explica.

Instituto diz que Luisa Mell não deu nada

Nos comentários, os internautas questionaram o projeto sobre a atuação de Luisa Mell no instituto: “O espaço foi cedido e construído com recursos de qual fundadora? A Luisa Mell?”, quis saber uma seguidora. O projeto respondeu:

“Não, de uma madrinha que não gosta de aparecer. Ao contrário do que muitos pensam, Luisa nunca doou dinheiro algum para o instituto”, disse o projeto.

Outra internauta ficou surpresa e escreveu: “Eu to chocada que a história do instituto é essa. Que ela foi convidada pra atingir mais gente. A forma como ela sempre tratou esse instituto dava a entender que ela tinha criado e a galera foi entrando depois. Enfim, o propósito é o mesmo, continuem o trabalho lindo de sempre, independente de nomes ou pessoas!”.

“Ao contrário do que muitos pensam, a Luisa Mell nunca colocou dinheiro algum no Instituto. Nenhuma doação se quer. Foi dinheiro das outras pessoas do grupo e de doações que fizeram as coisas funcionar ao longo desses anos. Vocês podem comprovar isso facilmente solicitando a ela que mostre qualquer depósito dela para o instituto”, comentou o instituto.