Hunter Schafer, de “Euphoria” é presa em protesto contra Joe Biden

Manifestantes exigem cessar-fogo em conflito Israel-Gaza; Hunter Schafer foi presa com mais 32 manifestantes na porta de prédio icônico

Hunter Schafer
Hunter Schafer – Foto: Reprodução

A atriz Hunter Schafer, conhecida por seus papéis em “Euphoria” e na franquia “Jogos Vorazes”, foi detida juntamente com outros 32 manifestantes durante um protesto contra o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

O protesto teve lugar no icônico prédio 30 Rockefeller Plaza, onde Biden estava gravando sua participação no programa ‘Late Night’.

Enquanto isso, o presidente americano, em uma participação no programa de Seth Meyers, abordou o tema do cessar-fogo enquanto desfrutava de um sorvete com o apresentador nos arredores da Peacock Network. Ele sugeriu que o cessar-fogo poderia ocorrer até o fim de semana, em resposta às demandas dos manifestantes.

Hunter Schafer exigia cessar-fogo

Aos 25 anos, Schafer, que é uma mulher trans e defensora dos direitos LGBTQIA+, estava entre os manifestantes que exigiam um cessar-fogo no bombardeio de Israel em Gaza, desencadeado em resposta ao ataque ocorrido em 7 de outubro.

Vestindo uma camiseta com os dizeres “Cessar-fogo agora”, a atriz foi vista sendo escoltada por um oficial da Polícia de Nova York com as mãos presas nas costas.

A atriz se juntou a outros manifestantes da organização “Jewish Voice for Peace”, segurando faixas com mensagens como “Judeus para Biden: Pare de armar o genocídio” e “cessar-fogo duradouro”, conforme relatado em vídeos postados nas redes sociais. O grupo entoava palavras de ordem como “Chega de armas, chega de guerra. Estamos lutando pelo cessar-fogo”, junto com o coro de “Não em nosso nome”.