Eliezer se pronuncia sobre polêmica envolvendo o batismo da filha: “Falta de informação”

Ex-BBB é pai de Lua di Felice, de sete meses, do casamento com Viih Tube.

Eliezer comenta sobre aumentar a família - Foto: Reprodução / Instagram @eliezer @trumpas_
Eliezer comenta sobre aumentar a família – Foto: Reprodução / Instagram @eliezer @trumpas_

O influencer Eliezer resolveu se pronunciar a respeito da polêmica envolvendo o batismo da filha, a pequena Lua di Felice, que tem, atualmente, sete meses. A menina é fruto do casamento com a influenciadora Viih Tube. Nas mídias digitais, usuários alegam que não se batiza bebês em igreja evangélica.

“Rede social virou um ambiente tão hostil que até um batismo as pessoas querem deslegitimar e visivelmente por falta de informação. Quando eu vi as mensagens de ‘isso não é batismo’, ‘não pode batizar criança’, me recusei a vir aqui e transformar um momento tão especial pra gente explicando algo que não tem que explicar“, declarou Eliezer em seu perfil no Instagram.

O ex-BBB, então, compartilhou um comentário de uma usuária explicando como se deu o batismo da família, segundo o segmento religioso do casal. “Nós presbiterianos batizamos nossas crianças por entender que elas fazem parte da aliança. Nesse primeiro momento, quem professa a fé são os pais que se comprometem a guiar e instruir a criança nos caminhos do Senhor até que ela possa decidir por si.”

“A criança, embora batizada, não se torna membro comungante. Passa a comungar somente quando atinge uma idade em que tenha convicção de que pretende seguir na doutrina da igreja. Aí se faz a profissão de fé, que é a própria criança que geralmente já está na fase de adolescência pra juventude, que professa sua fé, antes professada por seus pais e se compromete seguir os caminhos nos quais foi instruída desde criança”, concluiu.