Ubisoft aprova fusão da Microsoft com a Activision

O próximo grande jogo da Ubisoft é Assassin's Creed Mirage, previsto para 12 de outubro.

Ubisoft aprova fusão da Microsoft com a Activision

Após alguns rumores surgirem na web apontando que a Ubisoft gostaria de ser adquirida por uma empresa maior, o CEO Yves Guillemot elogiou a fusão da Microsoft com a Activision Bllizzard que está muito próximo de ser concluída. Ele também destacou que a fusão mostra que os investimentos de sua companhia no mundo mobile fazem bastante sentido no momento atual.

Eu penso que são boas notícias que a transação vai prosseguir porque ela realmente mostra o poder das IPs, e onde a indústria está indo. Então há muitas oportunidades no futuro para todas as companhias”, afirmou Guillemot que destaca ao menos dez grandes jogos para serem lançados no mercado até o fim de março de 2024.

Ela também mostra o valor das IPS que podem estar nos consoles e no PC, mas também no mobile, e se tornarem marcas mundiais. Essa é uma oportunidade fantástica. A Microsoft está dizendo que a parte mobile do acordo com a Activision é importante. Então todo investimento que estamos fazendo para ser mais fortes no mobile está alinhado com isso”, complementou o CEO.

O próximo grande jogo da Ubisoft é Assassin’s Creed Mirage, previsto para 12 de outubro.

O que falta?

Atualmente, só falta a Microsoft se acertar com o CMA britânico que não aceitou a fusão das empresas. Dessa forma, caso a companhia decida abandonar o Reino Unido e parar de comercializar produtos Xbox por lá, a fusão pode findar agora em 18 de julho com os trâmites financeiros encerrados.

Entretanto, tudo leva a crer que a Microsoft vai apelar a decisão em um novo processo que terá início em 28 de julho. Dessa forma, mais alguns meses serão adicionados para a fusão já muito burocrática e onerosa.