Kit Connor de Heartstopper preferia ter se assumido bissexual de outra maneira

O ator usou a série da Netflix para fazer a declaração no Twitter.

Heartstopper
Reprodução/Netflix

Kit Connor comenta sobre arrependimento de ter se declarado bissexual utilizando Heartstopper no mesmo tweet. Em outubro de 2022,o protagonista da série se assumiu pelo Twitter e agradeceu a trama por deixar isso mais claro para os telespectadores.

“Volte por um minuto. eu sou bi. Parabéns por forçar um jovem de 18 anos a se assumir. Acho que alguns de vocês perderam o objetivo do show. Tchau“, disse o intérprete de Nick na série original da Netflix.

Em uma nova entrevista para a Vogue britânica, Connor esclareceu sua revelação dizendo: “Acho que ‘forçado’ não é a palavra certa que eu usaria, mas diria que teria preferido fazer de outra maneira. Também não sei se alguma vez o teria feito. Mas no final das contas não me arrependo. De muitas maneiras, foi realmente empoderador.”

A 2ª temporada de Heartstopper retorna para a Netflix no dia 03 de agosto e promete continuar trazendo detalhes sobre a vida dos protagonistas que vivem um romance na época da escola.

Relembre a história de “Heartstopper”

A trama é classificada como um drama romântico que conta a história do jovem Charlie, interpretado por Joe Locke. O garoto tímido e fofo, passa por diversos conflitos da idade em uma escola só de meninos, principalmente por aparentar ser frágil e ser assumidamente gay. Ele conhece Nick, vivido por Kit Connore juntos passam a partilhar das aulas como dupla de sala.

A amizade dos dois parece algo impossível de início pela popularidade do jogador de rugbi Nick e por Charlie ser estereotipado como excluído, no entanto, eles se conectam de forma intensa e passam a viver momentos divertidos, tensos e fofos juntos. As coisas vão fluindo a ponto de Charlie se questionar quanto a Nick realmente ser hétero.