Remake de The Witcher será um RPG de mundo aberto

A versão definitiva de The Witcher 3 será lançada para PC, PS5 e Xbox Series em 14 de dezembro.

Remake de The Witcher será um RPG de mundo aberto
Reprodução

Lançado em 2007, The Witcher foi o jogo que colocou a CD Projekt Red verdadeiramente no mapa de desenvolvedoras relevantes. Ainda que não se compare com o sucesso de The Witcher 3 lançado em 2015, o primeiro game conseguiu reunir uma base bastante sólida de fãs. Agora, o jogo será novamente feito em um remake para a nova geração através de um estúdio parceiro.

Em relatório para os investidores da companhia, a CDPR ofereceu algumas novidades relevantes sobre o game que ainda é tratado com muito segredo. O remake de The Witcher terá uma abordagem de mundo aberto ao contrário do original que era um jogo linear.

relatório mostra ainda que o foco da CD Projekt Red não tem sido o remake da primeira aventura de Geralt que é terceirizado, mas a expansão de Cyberpunk 2077, Phantom Liberty. Fora isso, os trabalhos efetivos já começaram com o novo The Witcher que deve iniciar uma trilogia original.

The Witcher 3 definitivo

A CD Projekt Red confirmou a notícia ainda em 2020 em um comunicado à imprensa, revelando que a edição de próxima geração de seu RPG de fantasia premiado de 2015 apresentará “uma gama de melhorias visuais e técnicas” no PS5 e Xbox Series X, incluindo tempos de carregamento mais rápidos e visuais aprimorados com ray tracing.

O jogo é a edição completa de The Witcher 3, o que significa que vem com todos os DLCs lançados anteriormente, incluindo ambas as expansões de história substanciais, Hearts of Stone e Blood and Wine. Todos os usuários que já possuem versões anteriores do game poderão atualizar para a versão definitiva de modo gratuito.

A versão definitiva de The Witcher 3 será lançada para PC, PS5 e Xbox Series em 14 de dezembro.