Palworld é acusado de plágio e uso de IA

Curiosamente, em uma postagem mais recente, o CEO destacou que a maioria dos 100 conceitos de personagens de Palworld

Palworld é acusado de plágio e uso de IA

O estrondoso sucesso de Palworld, que atingiu a marca de 5 milhões de cópias vendidas em apenas três dias após o lançamento na última semana, trouxe à tona uma intensa discussão sobre as semelhanças entre o jogo e a icônica franquia Pokémon. A comunidade, especialmente no antigo Twitter (X), reacendeu o debate ao recordar a ligação do estúdio responsável, Pocketpair, com inteligências artificiais generativas.

A popularidade de Palworld não se limitou apenas às vendas, pois o jogo conquistou o posto de mais jogado na plataforma Steam, superando até mesmo Counter-Strike, com um pico de mais de 1,2 milhão de jogadores simultâneos.

Contudo, o sucesso trouxe consigo uma série de questionamentos sobre as semelhanças visuais e conceituais entre os “Pals” de Palworld e os adoráveis Pokémon da Game Freak. Nas redes sociais, usuários compilaram evidências, destacando as possíveis inspirações e criando uma discussão que se tornou viral.

Um usuário, conhecido como Onion_mu, criou uma thread detalhada exibindo diversas semelhanças entre os Pals e Pokémon, acumulando mais de 279 mil visualizações. A publicação destaca o que ele considera possíveis fontes de inspiração para a criação dos personagens, alimentando a controvérsia.

A polêmica, entretanto, não se restringe apenas às comparações com Pokémon. Outro usuário levantou a possibilidade de um título anterior da Pocketpair ter utilizado um gerador de imagens baseado em inteligência artificial como parte de sua mecânica, ampliando ainda mais o escopo da discussão.

Alguns jogadores também ressuscitaram publicações do CEO da Pocketpair, Takuro Mizobe, que expressou entusiasmo quanto ao potencial das ferramentas de inteligência artificial para a criação de conteúdo na indústria de jogos. Mizobe discutiu, em postagens passadas, como a IA gerativa poderia evitar questões de direitos autorais e até mesmo gerar novos designs de Pokémon.

Curiosamente, em uma postagem mais recente, o CEO destacou que a maioria dos 100 conceitos de personagens de Palworld foi criada por uma única estudante recém-formada, compartilhando a inspiradora jornada da jovem designer desde enfrentar rejeições até se tornar a principal mente por trás dos personagens do jogo.