Death Stranding 2 foi reescrito por conta da pandemia

Death Stranding 2 ainda não tem previsão de lançamento

Death Stranding 2 foi reescrito por conta da pandemia
Reprodução

A histórica pandemia de covid-19 afetou tremendamente todos os setores de entretenimento, entretanto, no caso de Death Stranding 2, o impacto foi tão grande que o diretor Hideo Kojima decidiu reescrever parte da história para comportar as consequências da pandemia. Em entrevista à IGN, Kojima afirmou que “não dá para fingir que algo tão grande assim nunca aconteceu”.

Uma história escrita antes da experiência não ressoaria do mesmo jeito”, afirmou o diretor. O artista elaborou uma reflexão pertinente sobre as pessoas que, mesmo após o final da pandemia, decidiram manter as práticas de distanciamento social. Para ele, há um perigo quando as pessoas esquecem que vivem em um mundo físico.

Humanos existem em uma realidade física. Quando eu fui para a América e finalmente pude abraçar as pessoas, esse sentimento foi simplesmente muito diferente”, explicou.

Kojima também criticou o uso da tecnologia que divide as pessoas “Minha preocupação é que o mundo pode virar um no qual o entretenimento é nos trazido de cima. Até mesmo agora, a IA recomenda o que pensa que vamos gostar, e penso que vamos acabar em um lugar onde os vídeos mudam dependendo de quem estiver assistindo”.

Mais detalhes sobre o jogo

No futuro, um evento misterioso conhecido como Death Stranding abriu uma passagem entre os vivos e os mortos, resultando em criaturas grotescas do pós-vida andando pelo mundo arruinado, marcado por uma sociedade desolada. Jogando como Sam Bridges, sua missão é entregar esperança à humanidade ao conectar os sobreviventes de uma América devastada.

Death Stranding 2 ainda não tem previsão de lançamento, mas será exclusivo para PlayStation 5.