Sandra Bullock estaria indignada após polêmicas sobre a história do filme que lhe deu um Oscar, diz jornal

Sandra Bullock estaria muito irritada com as informações sobre a verdadeira história por trás de "Um Sonho Possível", filme que lhe deu um Oscar em 2009.

Sandra Bullock em Um Sonho Possível, de 2009, que lhe rendeu um Oscar de Melhor Atriz - Foto: Reprodução / Warner Bros.
Sandra Bullock em Um Sonho Possível, de 2009, que lhe rendeu um Oscar de Melhor Atriz – Foto: Reprodução / Warner Bros.

A trajetória de Sandra Bullock, 59 anos, que lhe rendeu o cobiçado Oscar de Melhor Atriz por “Um Sonho Possível” (2009), parece ter sido abalada por recentes revelações. Notícias alarmantes apontam que a base da história do filme, que envolveu Michael Oher, 37 anos, um jovem negro adotado por um casal branco rico, pode ser uma farsa. Segundo informou o jornal The Daily Mail, as informações deixaram a atriz desolada.

O longa-metragem retratava a jornada de Oher, indo das ruas à fama na NFL, a liga de futebol americano dos EUA, após ser adotado pelos Tuohy. No entanto, na última segunda-feira (14), Oher entrou na Justiça afirmando que nunca foi oficialmente adotado, mas sim tutelado pelo casal, permitindo que eles lucrassem às suas custas. Ele também menciona que não recebeu milhões de dólares devidos.

Essas alegações lançaram uma sombra sobre o passado glorioso de Bullock, que está sendo vista sob uma nova perspectiva. Uma fonte próxima à atriz revelou seus sentimentos: “Sandra odeia que uma história tão maravilhosa, um filme espetacular e um momento espetacular em sua vida agora tenham sido contaminados. Agora as pessoas não vão assistir e, se o fizerem, terão uma reação completamente diferente à sua intenção original”.

Oher defende Sandra Bullock de críticas por atuar no filme

As consequências dessas revelações parecem abalar a atriz profundamente. A fonte continuou: “Houve tanto trabalho duro colocado no filme que todos pensaram que era a verdade e agora que foi questionado, apenas perturba Sandra sem fim que um momento em sua vida que foi tão especial, agora tem uma perspectiva completamente diferente”.

Em meio a essa turbulência, Oher defendeu Sandra Bullock de críticas online e pedidos para que ela devolva o Oscar. Ele argumentou que a atriz não tem envolvimento na atual controvérsia que envolve a história real. Enquanto isso, os Tuohy negam as acusações, afirmando que Oher os ameaçou de divulgar uma história negativa sobre eles, a menos que recebesse US$ 15 milhões (cerca de R$ 74 milhões). As revelações continuam a provocar um impacto profundo no cenário que envolveu essa história outrora inspiradora.