“O Sequestro do Voo 375” ganha podcast detalhando o caso que baseia o novo filme

O podcast estreia nesta semana e o filme em dezembro nos cinemas.

O Sequestro do Voo 375 – Divulgação/Star Original Productions
O Sequestro do Voo 375 – Divulgação/Star Original Productions

Nesta quinta-feira (21), é anunciado o lançamento do podcast “O Sequestro do Voo 375”, que chega às principais plataformas digitais em 28 de setembro, data antecedente ao aniversário de 35 anos do caso. O filme baseado na mesma história chega aos cinemas no dia 07 de dezembro.

Com seis episódios lançados semanalmente, o podcast utiliza o formato de dramaturgia policial e documental para apresentar os fatos do dia 29 de setembro de 1988, quando Raimundo Nonato Alves da Conceição – um homem insatisfeito com a situação política do Brasil e cansado com a falta de empregos e oportunidades para sua família – sequestra o avião da Vasp 375 com o objetivo de colidir com o Palácio do Planalto e matar o então presidente da república, José Sarney.

A produção de áudio contará em detalhes um dos casos mais emblemáticos da aviação do país, desde o planejamento do sequestrador para cometer esse crime até o desfecho final da história. Os episódios trazem também à tona os mistérios e questionamentos até hoje obscuros e contam com depoimentos de testemunhas, convidados especiais, especialistas do caso – além de materiais exclusivos, como áudios gravados do piloto do avião Fernando Murilo de Lima e Silva de 2020, antes do seu falecimento. 

Saiba mais detalhes sobre o filme “O Sequestro do Voo 375”

O novo filme é dirigido por Marcus Baldini e traz Danilo Grangheia e Jorge Paz nos papéis principais. O elenco ainda conta com Roberta Gualda, Gabriel Godoy, César Mello, Juliana Alves, Wagner Santisteban, Arianne Botelho, Diego Montez, Claudio Jaborandy, Johnnas Oliva e Adriano Garib.

Em 1988 o trabalhador Nonato (Jorge Paz) se rebela contra o presidente e as dificuldades de um país em crise e orquestra o sequestro de um voo comercial para um atentado ao Palácio do Planalto. Murilo (Danilo Grangheia), o piloto desse avião, se vê responsável pela vida de mais de 100 pessoas a bordo e mesmo com toda tensão criada pelo sequestrador dentro da aeronave, executa a manobra mais impressionante da sua carreira e muda a história da aviação. Baseado em uma história real.