Fã inspirou diretor do prelúdio de Jogos Vorazes a escalar Viola Davis como vilã

Atriz interpretará Volumnia Gaul em filme spin-off da saga

Volumnia Gaul, de Viola Davis, em Jogos Vorazes
Jogos Vorazes/Viola Davis (Reprodução: Lionsgate)

Interpretando uma das primeiras vilãs envolvidas por trás dos brutais Jogos Vorazes, a escalação de Viola Davis em A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, foi uma inspiração vinda de uma arte feita por um fã, revela o diretor Frances Lawrence, em entrevista para o site Entertainment Weekly.

Embora a vencedora do Oscar já tenha se provado uma ótima atriz nos mais diversos papeis para às telas, o diretor do prelúdio de Jogos Vorazes ainda não tinha certeza quem interpretaria a Dra. Volumnia Gaul no longa-metragem inédito, até ver uma “simulação” de Davis como uma vilã.

“[Eu a escolhi após ver] uma arte feita por um fã, e na imagem, lembro-me que ela estava ao lado de uma janela. […] Viola estava com um sorrisinho meio sinistro e eles criaram um pôster falso de um terror, como se ela fosse a vilã do projeto. E eu fiquei tipo, ‘Uau, quer sabe? Ela pode ser muito boa para esse papel’.”

Contando com sua direção assinada por Francis Lawrence, mesmo cineasta por trás dos filmes de Jogos Vorazes, além de Rachel Zegler e Tom Blyth nos papeis de grande destaque, o elenco de atores também terá Viola Davis como a perversa Dr. Volumnia, Hunter Schafer como a jovem Tigris Snow e Peter DinklageA Cantiga dos Pássaros e das Serpentes estreia em 15 de novembro de 2023.