Escritor esclarece envolvimento em Mulher-Maravilha 1984: “O roteiro nunca foi meu”

Aparentemente, a sequência da Amazona não foi exatamente roteirizada por David Callaham

Mulher-Maravilha 1984/Warner/Reprodução
Mulher-Maravilha 1984/Warner/Reprodução

Creditado como roteirista de Mulher-Maravilha 1984, em recente aparição no Austin Film Festival, David Callaham esclarece sobre real envolvimento em sequência da DC: “o roteiro nunca foi meu”.

Protagonizado por Gal Gadot, o longa-metragem da Amazona título que sofreu diversos adiamentos devido a pandemia do COVID-19, chegou aos cinemas no final de 2020, e dividiu a opinião dos fãs, embora tenha conseguido o suficiente para confirmar um terceiro futuro filme da heroína.

Conhecido também por ter participado do processo de escrita de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, o roteirista David Callaham esclarece que na verdade, nunca esteve 100% envolvido em Mulher-maravilha 1984, e que participou do processo de criação apenas para ajudar Patty Jenkins, creditando o trabalho pesado a famosa cineasta, durante o evento cinematográfico.

“O roteiro do segundo filme de Mulher-Maravilha nunca foi meu e ela nunca será minha… E nenhuma dessas coisas é minha. Essa nunca foi minha história para contar. Eu estava apenas ajudando Patty. Por outro lado, Shang-Chi… não é meu, mas eu sinto que um sentimento de propriedade não é a palavra certa, mas estou muito conectado a esse filme por causa do que é, e o que representa para os membros da minha família, e o que representa para minha cultura.”

Qual o futuro da heroína vivida por Gal Gadot após Mulher-Maravilha 1984?

Quase completamente confirmada para ter aparições em produções como The Flash e Shazam! Fúria dos Deuses, os fãs poderão novamente ver Gal Gadot em seu terceiro filme como a Amazona, que segue atualmente em estágios de pré-produção, podendo começar suas gravações durante o ano de 2023.

Enquanto isso, os dois filmes da personagem, incluindo Mulher Maravilha 1984, estão disponíveis no streaming do HBO Max.