Como Visão pode pegar o martelo de Thor?

Talvez seja porque o momento foi emocionante, bastante engraçado e mais tarde valeria a pena com uma grande recompensa.

Como Visão pode pegar o martelo de Thor?

É engraçado como uma cena aparentemente descartável em “Vingadores: Era de Ultron” de 2015 acabou se tornando a mais lembrada do filme.

Talvez seja porque o momento foi emocionante, bastante engraçado e mais tarde valeria a pena com uma grande recompensa – todos emblemáticos da fórmula única que os filmes do MCU aproveitam em seus melhores momentos.

VEJA TAMBÉM:

Durante uma festa na Torre Stark no início do filme, os Vingadores brincando e bêbados tentaram levantar o martelo de Thor, Mjolnir. Como todos sabemos, a capacidade de empunhar o martelo não é apenas uma simples questão de força – o indivíduo tem que ser digno de fazê-lo, com uma combinação de qualidades heróicas que o Mjolnir pode detectar magicamente.

Então, não foi surpresa quando o martelo não se moveu para os companheiros de equipe de Thor. 

Mais tarde no filme, é revelado que há um personagem além de Thor (Chris Hemsworth) que pode lidar com o Mjolnir – ele simplesmente não existia ainda.

Depois de roubar um corpo sintético que Ultron havia criado para si mesmo, Stark e Banner carregaram o leal programa de IA de Stark JARVIS nele, com Thor canalizando os raios necessários para ativar o corpo.

Claro, muitos dos Vingadores suspeitavam desse novo ser que apelidaram de Visão (Paul Bettany). Afinal, ele tinha pelo menos um pouco da consciência de Ultron dentro dele, então como ele poderia ser confiável? 

Como Visão pode pegar o martelo de Thor?

Enquanto Visão tentava calmamente convencer os Vingadores de que ele estava do lado da vida, não foi até que ele encorajou a equipe a enfrentar Ultron – e inesperadamente entregou a Thor seu martelo – que a equipe surpresa percebeu que Visão realmente era seu aliado.

“Vingadores: Era de Ultron” está disponível no Disney +

Vanderlei Tenório
Jornalista, colunista/comentarista de cinema, correspondente freelance de veículos portugueses, pesquisador (Geografia Popular - IGDEMA/UFAL), bacharelando em Geografia (IGDEMA/UFAL) e editor/criador do Cinema e Geografia (CINEGEO). 6 vezes nomeado ao Prêmio Ibest.