Cillian Murphy quase interpretou Oppenheimer em uma série há 9 anos atrás

O ator participaria de uma série interpretando o físico.

Oppenheimer
Reprodução/Universal Pictures

“Oppenheimer” já está disponível nos cinemas e o filme entrega uma experiência cinematográfica fantástica, como afirmamos em nossa crítica oficial.  O ator Cillian Murphy quase viveu o personagem em outro projeto em formato de série há 9 anos atrás.

Ele foi cogitado para interpretar Oppenheimer, conhecido como o “pai da bomba atômica” em um programa de TV Manhattan de 2014. Em um novo artigo da Vanity Fair (via EW) o showrunner da série, Sam Shaw, revelou que discutiu essa ideia com a escritora Lila Byock.

“Mil por cento, Cillian Murphy estava nessa lista”, disse Shaw. O papel acabou indo para o ator Daniel London. Em 2023, o ator finalmente conquista o papel nas mãos de Christopher Nolan com o novo filme que tem feito grande sucesso nos cinemas do mundo todo.

“Oppenheimer” realmente conta uma história real?

Julius Robert Oppenheimer é o verdadeiro centro do filme, isso porque ele foi um dos físicos mais impressionantes de seu tempo. Ao estudar as reações químicas, ele foi um dos percursores da física quântica e seus artigos contribuíram fortemente para a evolução da ciência em seu tempo.

Ele já passou por experiências com grandes cientistas como Niels Bohr e Max Born. Seu triunfo foi o Projeto Manhattan em 1942. Esse é tema central do filme, que mostra o cientista no desenvolvimento da bomba atômica nos Estados Unidos. 

Diante disso, Oppenheimer selecionou uma série de cientistas do qual ele considerava os melhores, para trabalhar especificamente na cidade de Los Alamos e desenvolver cálculos, testes e a execução dessa arma nuclear. O filme mostra em detalhes curiosos e envolventes essa projeção. 

Ao ficar pronta, o governo dos Estados Unidos decide soltá-la na tentativa de acabar com a 2ª Guerra Mundial, mostrar o poder bélico e ameaçar os inimigos. Uma das questões, era mostrar para a União Soviética que eles possuíam essa tecnologia, o que no futuro culminou a Guerra Fria. 

A bomba foi solta nas cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, em 1945. Ela trouxe uma série de problemas para a população desses países, além das inúmeras mortes e destruição geral, gerações de japoneses ficaram doentes por conta da radiação.