Nasa apresenta relatório sobre vida extraterrestre: confira os principais destaques

Investigação busca combater estigma e avaliar dados para avançar compreensão científica sobre o assunto.

Nasa - Foto: Reprodução / Nasa
Nasa – Foto: Reprodução / Nasa

A agência espacial norte-americana (Nasa), divulgou, nesta quinta-feira (14) um relatório sobre “fenômenos aéreos não identificados” (UAPs, na sigla em inglês), mais conhecidos como óvnis. O documento confirmou que, atualmente, não existem quaisquer evidências de origem extraterrestre para tais fenômenos. “Não há razão para concluir que os relatórios existentes de óvnis tenham uma fonte extraterrestre”, diz o texto.

No resumo do relatório, a agência destaca que está bem-posicionada para contribuir para o estudo dos fenômenos em parceria com o governo dos Estados Unidos e enfatiza a necessidade de abordar o estigma associado às notificações de UAPs, a melhorar a coleta de dados, utilizar inteligência artificial e crowdsourcing, e destaca a ameaça potencial de tais fenômenos à segurança do espaço aéreo do país norte-americano, segundo informa o G1.

A Nasa anunciou no ano passado uma investigação independente, dirigida por um grupo de cientistas e especialistas em aeronáutica. A iniciativa não tem relação com a audiência do Congresso dos Estados Unidos em julho e a investigação de 2022 baseada no Pentágono de fenômenos aéreos do tipo, documentados por pilotos militares e analisados por autoridades de defesa e inteligência do país.

Ainda conforme a agência espacial, outro objetivo da investigação visa a análise de dados já disponíveis, na avaliação de uma melhor forma de coletar dados futuros e em um cálculo de como a Nasa poderá usar essas informações para avançar a compreensão da comunidade científica sobre o tema, conforme informações do G1.