Escândalo! Editora Kadokawa é invadida pela polícia e trabalhadores são presos 

Segundo a polícia, parte do dinheiro da época dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, pago pela editora foi para Takahashi.

Kadokawa
Reprodução/Internet

A editora Kadokawa é conhecida por mangás de sucesso como Re:Zero e Overlord, mas, infelizmente, agora também ficará conhecida por ter participado de um dos maiores esquemas de suborno do Japão. E, o caso ainda está em investigação, o que pode revelar muitos outros problemas por parte da editora e seus funcionários. Será que isso afetará a publicação de seus mangás e demais projetos?

Kadokawa e o escândalo dos Jogos Olímpicos 

O presidente da editora Kadokawa, Tsuguhiko Kadokawa, foi preso devido a um enorme escândalo de suborno que tomou o Japão nos últimos meses. O presidente e diversos de seus funcionários foram detidos pelo Ministério Público do Distrito de Tóquio, após as prisões do ex-membro do comitê organizador olímpico Haruyuki Takahashi, por acusações de terem pago suborno para se tornarem patrocinadores oficiais dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Haruyuki Takahashi recebeu enormes quantias em dinheiro de diversas empresas, sendo que a Kadokawa teria pago por volta de 69 milhões de ienes (aproximadamente US$ 480.000) a uma consultoria associada à Takahashi. Por causa disso, em 2019, a Kadokawa foi escolhida como uma das patrocinadoras oficiais dos Jogos.

Segundo a polícia, parte do dinheiro pago pela editora foi para Takahashi, o que fez com que os escritórios da Kadokawa fossem revistados pela polícia. Além do presidente da empresa, duas outras pessoas foram presas. O presidente da Kadokawa se defendeu dizendo que o dinheiro era uma taxa regular de consultoria e não um suborno.

De acordo com o Otaku USA Magazine:

No início desta semana, a Kadokawa divulgou um comunicado de imprensa oficial dizendo que irá cooperar totalmente com a polícia e que leva a situação muito a sério. Ela se recusou a comentar detalhes enquanto a investigação ainda estiver em andamento.” (via Otaku USA Magazine)