Editora Veneta anuncia o quadrinho chinês Ônibus Noturno de Zuo Ma

O quadrinho chinês, ou manhua, é uma criação do famoso artista contemporâneo chinês Zuo Ma, que possui diversas obras aclamadas.

zuo ma bus de nuit
Reprodução/ Internet

A editora Veneta realizou uma live no Youtube na quarta-feira, dia 02 de fevereiro, em que anunciou a publicação do manhua (quadrinho chinês) Ônibus Noturno, de Zuo Ma. Segundo o site BBM, Zuo Ma é “uma das mais importantes figuras das novelas gráficas da cena artística chinesa contemporânea”. 

O manhua Ônibus Noturno foi publicado em 2018 pela editora chinesa Zhigong Publishing House, e depois se espalhou pelo mundo, sendo lançado em diversos países. Ele é um volume único de 216 páginas e sua data de publicação no Brasil ainda não foi revelada. 

Sinopse:

Em Ônibus Noturno, uma jovem de óculos redondos se vê em um passeio de ônibus noturno aventureiro que constantemente faz desvios por paisagens cada vez mais fantásticas. Enquanto isso, jovem cartunista volta para casa depois da escola de arte e tenta se tornar um artista enquanto cuida de sua avó idosa, cuja memória está se deteriorando. Saltos nostálgicos nos levam a um ginásio de escola primária que lentamente se transforma em um pântano e é invadido por um peixe-gato gigante. As histórias de Zuo Ma estão imbuídas da poesia do cotidiano e de uma magia suave, ligada às emoções, às lembranças, aos desejos mais profundos. Ônibus Noturno tem todas essas características: uma viagem a bordo de um ônibus noturno que inicialmente parece bastante concreta rapidamente se inclina para o fantástico. Cada parada é uma etapa em um universo desconhecido, propício a encontros inesperados e à descoberta de criaturas e lugares incríveis. Mas assim que o leitor se afasta do panorama geral, inevitavelmente terá a sensação de se encontrar diante de algo familiar, como um panorama de emoções profundas, que muitas vezes tendemos a esquecer de observar.” (via BBM)

A editora Veneta surgiu em 2012 e publica os mais variados tipos de livros e quadrinhos, incluindo obras sobre ativismo e ciências humanas. Em 2015, ela ganhou o prêmio HQ Mix de editora do ano. (via Veneta)