Criador de Jujutsu Kaisen anuncia que mangá terminará em um ano

Akutami mandou uma carta para os fãs que participaram da Jump Festa, afirmando que Jujutsu Kaisen pode durar só mais um ano.

jujutsu kaisen mangá
Reprodução/ Internet

Um dos destaques do evento Jump Festa 2023, que ocorreu no fim de semana passado, foi o anime e mangá Jujutsu Kaisen, de Gege Akutami. Durante os painéis e apresentações foram reveladas novas informações sobre a segunda temporada do anime, incluindo a data de estreia que ficou para o meio do ano que vem, em julho de 2023. Mas, a informação que mais chamou a atenção foi a de que o mangá da franquia pode estar chegando ao fim mais rápido do que o esperado.

Na Jump Festa, uma carta escrita pelo criador de Jujutsu Kaisen, Gege Akutami, foi exibida para os fãs e nela dizia: “Como sempre, continuarei desenhando algumas coisas bem loucas, mas, por favor, continue comigo nessa jornada por mais um ano (provavelmente).”. Ou seja, o mangaká planeja seguir com a história em 2023, mas no fim do ano ele deve encerrar o mangá, se seu cronograma transcorrer tranquilamente. 

Mas, como vimos ocorrer com diversos mangakás, incluindo, recentemente, com Eiichiro Oda, às vezes os autores se enganam em relação ao tempo que irão precisar para encerrar suas histórias. O mesmo pode ocorrer com Jujutsu Kaisen.

Sinopse de Jujutsu Kaisen:

Akutami começou a publicar Jujutsu Kaisen na Shonen Jump em 2018 e, atualmente, a obra tem 21 volumes compilados. A Viz Media descreve a história como:

Embora Yuji Itadori pareça um adolescente comum, sua imensa força física é algo de se ver! Todos os clubes esportivos querem que ele participe, mas Itadori prefere ficar com os excluídos da escola no Clube de Pesquisa Oculta. Um dia, o clube consegue colocar as mãos em um objeto amaldiçoado lacrado. Mal sabem eles o terror que vão desencadear quando quebrarem o selo…” (Via Otaku USA Magazine)